quinta-feira, 30 de junho de 2016

VEEGS - VEGETAIS DESIDRATADOS


Já conhecem os novos produtos VEEGS? Foram lançadas embalagens de vegetais desidratados! Podem encontrar a Cebola Atrevida e a Batata Doce Inocente - com estes nomes fantásticos, não ficaram cheios de vontade de experimentar? Querem mais razões? Estes produtos são isentos de conservantes ou aditivos, sendo constituídos apenas por fatias crocantes de vegetais prontos a consumir como snack ou a tornar os vossos pratos ainda mais saudáveis e saborosos! Para saber mais, vejam o Facebook deles.



Quando recebi as minhas embalagens para experimentar, fiquei super entusiasmada e com vontade de experimentar, para comprovar se eram tão bons quanto as frutas desidratadas. Optei por comer ambos como snack, em vez de os juntar aos meus pratos, mas fica para uma próxima, pois certamente que serão uma ótima combinação para juntar às minhas saladas, por exemplo!


Gostei bastante de ambas as embalagens, mas a minha preferida foi a Cebola Atrevida - sabe a batatas fritas de camponesa, que é algo que eu adorava antes de ter adotado este estilo de vida. É uma ótima opção para levarmos connosco na mala e para comer sem culpas! :)
Se ainda não experimentaram e ficaram muuuuito interessados, participem no passatempo que está a decorrer no Facebook do blog! Estamos a sortear 3 packs que incluem ambas as embalagens - não podem perder esta oportunidade de sonho! Para saber como participar, vejam aqui. Boa sorte a todos! :)

sexta-feira, 24 de junho de 2016

OPÇÕES SAUDÁVEIS FORA DE CASA! #6


Chegou a vez de continuarmos esta crónica sobre restaurantes saudáveis apresentando-vos um restaurante do norte, da nossa terra, pois os últimos têm sido mais referentes à capital. O restaurante de hoje localiza-se na Póvoa de Varzim e foi, desde a primeira vez em que lá entramos, uma experiência surpreendente! O Sailorman & Friends é uma hambúrgueria, onde também podem encontrar inúmeros pratos de peixe e carne saborosos, por isso aqui temos mais uma prova de que comer saudável fora de casa é possível. Este espaço criado recentemente - em 2014 -, é bastante acolhedor e bem decorado, servindo-se de uma decoração que faz lembrar o mar.


Desta vez, optamos por escolher robalo e dourada, ambos acompanhados com batata a murro e legumes salteados. Mas podem encontrar muitas outras opções saudáveis, que incluem, por exemplo, peito de pato, arroz selvagem, marisco, entre muitas outras coisas. Ainda, podem optar pelo menú do dia, sendo que são apresentadas duas sugestões diariamente. Para saber mais, procurem no Facebook deles.


Apesar de estes pratos serem bastante deliciosos, não percam a oportunidade de experimentar os hambúrgueres que servem aqui, pois são realmente maravilhosos!


terça-feira, 21 de junho de 2016

5 FORMAS DE COZINHAR BATATA-DOCE


Como já todos devem estar fartos de saber, a batata-doce tem inúmeros benefícios em relação à batata normal. Por exemplo, tem a capacidade de facilitar o aumento de massa muscular, porque dá energia para o treino, daí ser uma boa opção pré-treino. Ainda, ajuda a controlar a diabetes, pois tem um baixo índice glicémico, inferior ao da batata normal. Além disso, ajuda a diminuir o apetite e é rica em fibras, pelo que ajuda a emagrecer. Também, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, pois tem uma considerável quantidade de vitamina A. Como é evidente, podem cozinhar a vossa batata-doce de diversas formas, para que não se torne monótono e repetitivo - basta dar asas à imaginação! Aqui ficam algumas das formas que nós costumámos usar para cozinhar a nossa batata-doce, -partilhem connosco as vossas :p
  • Assada no forno
Cortem a batata da forma que preferirem - por exemplo, aos palitos ou às rodelas. Disponham as batatas cortadas num tabuleiro com papel de alumínio, com alguma distância entre elas, e levem ao forno a 200ºC durante cerca de 20 minutos, até ficarem tostadas. A batata cozinhada assim fica mais estaladiça, tipo batata frita.




  • "Abafada" no forno
Cortem a batata-doce e embrulhem em papel de alumínio. Levar ao forno a 200ºC durante cerca de 50-60 minutos, abrindo as pontas do embrulho nos últimos 10 ou 15 minutos da preparação. A batata cozinhada assim fica mais "molinha".






  • Cozida
Colocar a batata-doce numa panela com água a ferver durante cerca de 25 minutos. Não costumamos cozinhar a batata-doce deste modo, excepto para fazer puré de batata-doce ou empadão de batata-doce (podem ver a receita do empadão de bacalhau aqui e do empadão de atum aqui, embora as diferenças de preparação entre cada um deles sejam mínimas).





  • Grelhada na frigideira
Cortar a batata da forma que preferirem. Colocar os pedaços numa frigideira, em lume brando, deixando tostar de ambos os lados.


  • No microondas
Cortar a batata em rodelas bem fininhas. Colocar uma folha de papel de cozinha num prato, com as batatas cortadas, e levar ao microondas durante cerca de 4 minutos. O papel irá ficar "ensopado" e as batatas vão diminuir o tamanho porque irão desidratar. Ficam muito estaladiças!


sábado, 11 de junho de 2016

OPÇÕES SAUDÁVEIS FORA DE CASA! #5

Finalmente conseguimos experimentar este restaurante que, desde há muito tempo, estava na nossa lista de restaurantes a visitar! Para quem ainda não conhece, o restaurante Água no Bico é um restaurante de comida vegan, vegetariana, crudívora, paleo, ou outros, fornecendo uma cozinha variada, adaptada à alimentação de cada um, quer seja vegetariano ou não. Os menús que dispõem incluem pratos vegetarianos, mas também outros que não o são, de modo a agradar a todos os clientes. Ainda, oferecem uma variedade de opções, as quais variam diariamente.




O espaço é agradável, o atendimento é prestável e os preços são acessíveis - do que precisam mais para também experimentarem? Se ainda não estão convencidos, fiquem surpreendidos com as fotos seguintes, dos nossos pratos!




Optamos por pedir um menú para cada uma de nós, o qual inclui uma fatia de tarte, salada, sumo do dia e café, por apenas 5€!!! Pedimos uma fatia de quiche de frango e cogumelos e uma de brócolos, leite de côco e ervas. Ambos foram servidos com uma salada do dia, preparada pelo chefe, e o sumo do dia, que era de melância e hortelã. Estava tudo soberbo! Ficamos totalmente surpreendidas com a combinação de sabores e, sem dúvida, de que superou bastante as nossas expectativas (que já eram bem altas!). Com certeza, pretendemos voltar. Não percam a oportunidade de ficarem rendidos, como nós ficamos, e de permitirem comprovar que, afinal, comer saudável não é difícil, muito pelo contrário! :p

quinta-feira, 9 de junho de 2016

PASSATEMPO THE PRIMAL PANTRY


Já ouviram falar da marca The Primal Pantry? É uma fantástica marca de barrinhas energéticas, orgânicas, 100% naturais, feitas à mão e isentas de glúten, cereais, soja, produtos lácteos, açúcares refinados, alimentos geneticamente modificados ou óleos vegetais. Estas são barrinhas paleo, indicadas para quem segue um regime alimentar que defende um regresso aos hábitos alimentares do homem do Paleolítico mas, também, para todos aqueles que têm uma alimentação saudável! São um snack perfeito, que podem levar convosco para qualquer lado e com a vantagem de serem super saborosas, sem o mínimo de sabor artificial, como muitas outras barras que encontram no mercado. Podem saber um pouco mais no Facebook ou no site oficial.



Podem encontrar os seguintes sabores de barrinhas:
  • Côco e Macadâmia - contêm tâmaras, côco, caju, macadâmia e óleo de amêndoas.
  • Cerejas e Castanhas do Pará - contêm tâmaras, cerejas, castanha do pará e óleo de amêndoas.
  • Amêndoas e Caju - contêm tâmaras, caju, amêndoas e óleo de amêndoas.

  • Avelã e Cacau Cru - contêm tâmaras, avelãs, amêndoas, cacau cru, baunilha biológica e óleo de amêndoas.
  • Maçã e Nozes Pecan - contêm tâmaras, amêndoas, maçã biológica, nozes pecan, canela e óleo de amêndoas.

Fiquei rendida a estas barrinhas logo na primeira que experimentei! Gostei imenso de todas porque o sabor surpreendeu-me bastante. Não consigo dizer qual é a minha preferida, mas as que mais gostei foram a de côco e macadâmia e a de maçã e noz pecan - simplesmente fabulosas! Se querem experimentar, habilitem-se a ganhar um pack com uma barrinha de cada sabor - saibam tudo sobre o passatempo que está a decorrer até dia 24 de junho, no Facebook do blog.

terça-feira, 7 de junho de 2016

GRANOLA DE CHOCOLATE E CÔCO

Já publicamos algumas receitas de granolas, que podem ver aqui e aqui, mas decidimos inovar e juntar dois ingredientes que adoramos: chocolate e côco!

INGREDIENTES:
  • Flocos de aveia;
  • Sementes de abóbora;
  • Sementes de girassol;
  • Sementes de sésamo;
  • Frutos secos - usei nozes, amêndoas, avelãs e amendoins;
  • 2cs de canela em pó;
  • 2cs de mel biológico;
  • Bagas goji;
  • Arroz puff;
  • Lascas de côco;
  • 4 quadrados de chocolate 85% cacau.
Em relação à quantidade dos ingredientes, que não especifiquei, adaptem às vossas preferências, pois não costumo pesar os ingredientes, mas sim colocar a olho, em função dos ingredientes que prefiro juntar na granola.

PREPARAÇÃO
1. Pré-aquecer o forno a 200ºC.
2. Partir todos os frutos secos em pequenos pedaços. Costumo usar o rolo da massa para esse fim.
3. Colocar papel vegetal numa forma de alumínio, que possa ir ao forno.
4. Juntar a aveia, as sementes e os frutos secos.

5. Colocar a canela e, com a ajuda de duas colheres, envolver por toda a mistura.

6. Colocar o mel e repetir o procedimento realizado com a canela.
7. Levar ao forno durante cerca de 15 minutos, retirando de 5 em 5 minutos, para mexer toda a mistura, de modo a que não fique queimada nas partes que estão nas pontas da forma.
8. Cortar os quadrados de chocolate em pequenos pedaços. Podem eliminar este passo, uma vez que o chocolate, em contacto com a granola, acabará por derreter, mas, nesse caso, devem misturar o chocolate com os outros ingredientes ainda com mais cuidado. Se, por outro lado, preferirem ter os pedaços na vossa granola, adicionem os mesmos apenas quando o preparado já tiver arrefecido.
9. Juntar o arroz puff, as lascas de côco e o goji, e misturar tudo muito bem.
10. Colocar numa forma de vidro e deixar arrefecer.

11. Quando estiver frio, colocar em frascos de vidro, para conservar e manter os ingredientes estaladiços.




Optei por experimentar esta granola com quark, canela e nectarina e adorei! Com toda a certeza, foi a melhor granola que fiz até hoje - o chocolate dá um toque incrível :p Experimentem e boa sorte para não terem vontade de comer tudo à colherada diretamente do frasco!